Criação e Evolução segundo Tomás de Aquino

Wagner Augusto Moraes dos Santos

Resumo


Pode haver alguma compatibilidade entre criacionismo e evolucionismo? Em vias de tentar responder essa pergunta, esse artigo pretende revisitar a obra de Tomás de Aquino para ver como sua filosofia da criação pode contribuir para essas discussões contemporâneas. A proposta desse artigo é tratar do tema em dois eixos assimétricos: a noção de criação em Tomás e a relação entre criação e movimento. A primeira parte dedica-se a tratar dos principais temas que estão presentes no conceito filosófico de criação do mestre de Aquino: teoria da participação, a necessidade de um ser por essência e a causalidade vertical. A segunda pretende verificar como o conceito de criação procedente da filosofia do ser abre espaço para conceber filosoficamente um criacionismo passível de evolução.


Texto completo:

PDF

Referências


Referências primárias

ARISTÓTELES, Metafísica. Trad. Valentín Garcia Yebra. Disponível em: http://www.mercaba.org.html acessado 07 nov 2013.

______ Física. Trad. Guilhermo R. de Echandía. Biblioteca Clasica dos Gredos. Ed. Gredos, S.A: 1995.

TOMÁS DE AQUINO. Scriptum super libros sententiarum magistri Petri Lombardi. Tomus II. Paris: Sumptibus P. Liethielleux, 1929.

______ Quaestiones Disputatae – De potentia Dei. Disponível em :

______ Compêndio de Teologia. Trad.: D. Odilão Moura, OSB. Rio de Janeiro: Presença, 1977.

______ Suma contra os Gentios. Porto Alegre: EST/SULINA,1990.

______ SummaTheologiae. Madrid: B.A.C, 1951.

______ Suma de teología. Madrid: B.A.C, 2001

______ De ente essentia. Disponível em: http://www.corpusthomisticum.org/oee.html, acessado em: 15 out 2013, às 10:39

______ Comentário a Física de Aristóteles. Disponível em: http://www.corpusthomisticum.org/oee.html, acessado em: 21 out 2013.

______ Comentário a Metafísica de Aristóteles. Disponível em: http://www.corpusthomisticum.org/oee.html, acessado 21 out 2013

Referências secundárias

DEWAN, L. Saint Thomas and Form as something divine in things. The Aquinas Lecture. Milwaukee: Marquette University Press, 2006.

ELDERS, L. The metaphysics of Being of ST. Thomas Aquinasin a historical perspective. Nova York: E. J. Brill, 1993.

C. FABRO, C. P. S. Actualité et originalité de l’esse thomiste. Revue Thomiste. p. 240 – 270.

______ Actualité et originalité de l’esse thomiste. Revue Thomiste. p.480 - 507.

______ Notes pour la foundation métaphysique de l’être. Revue Thomiste, 1964. p. 214 – 237.

______ La nozione metafísica di partecipazione. Série: Opere Complete. Piazza San Pietro: 2005.

GARDEIL, H. D.Iniciação a Filosofia de Santo Tomás de Aquino: Metafísica. Vol. 4. Rio de Janeiro: Duas cidades, 1967

GARDEIL, H. D, Iniciação a Filosofia de Santo Tomás de Aquino: Física. Vol. 3. Rio de Janeiro: Duas cidades, 1967

HUGON, R P. Fr. Ed., PhilosophiaNaturalis I. Paris: Rijkholti 1905.

PHY-OLSEN, Allene S., Historical guides to controversial in America: Evolution,creationism and Inteligent Design. Santa Barbara, California: Greenwood, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.