BATALHAS DE PLUMAS: DOS CONFLITOS NO REINO E DAS CONTENDAS ENTRE OS NOBRES CASTELHANOS (SÉCULO XV)

Danielle Mércuri

Resumo


Propomos nesse artigo mapear a produção discursiva castelhana quatrocentista que ajudou a elaborar os modelos e os valores entendidos como próprios da nobreza.  Dito de outro modo, temos o fito de indagar em que medida as tensões que marcaram os jogos de poder entre os nobres castelhanos, durante o reinado de Juan II (1405-1454), levaram à tona questões sobre: em que se amparava o valor da nobreza, de que forma ela poderia ser alcançada, como poderia ser mantida e quem ou o que poderia concedê-la. Partimos, dessa forma, de como os tratadistas Alonso de Cartagena, Rodrigo Sánchez de Arévalo, Diego de Valera e Juan Rodriguez Del Padrón buscaram pensar a relação entre armas e letras, bem como a defesa das virtuosas mulheres na composição do perfil do nobre.

Palavras-chave


Nobreza; Castela; Armas; Letras; Mulheres

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.