A BATALHA DE OURIQUE E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE PORTUGUESA: DE FERNÃO LOPES À LUIS DE CAMÕES

Rodrigo Costa

Resumo


Objetiva-se neste artigo a análise da evolução da Lenda sobre a Batalha de Ourique através da literatura portuguesa. Deseja-se mostrar como a Lenda foi de fundamental importância para a formação da identidade portuguesa ao longo dos escritos sobre a batalha. Disserta-se sobre a Lenda desde os seus primeiros relatos, passando pela Crónica de 1419, pela Crónica de D. Afonso Henriques, de autoria de Duarte Galvão, até Os Lusíadas de Luís de Camões. Discute-se importantes acontecimentos como a coroação de Afonso Henriques como primeiro monarca português, seu sonho e a aparição de Cristo para o mesmo. O episódio foi visto como uma forma de sinal da divina providência, construindo-se, assim, uma “origem sagrada” para o reino e para o povo português. É possível observar ao longo das obras, que contém a batalha de Ourique, um desenvolvimento no enredo referente ao combate, sendo cada vez mais recorrente diálogos mais elaborados e um discurso legitimado e consagrado sobre o ocorrido.


Palavras-chave


Ourique; Portugueses; Literatura; Identidade; Afonso Henriques;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.